Tem dúvidas? Deixe-nos o seu contacto

Carboxiterapia

Carboxiterapia: o que é e para que serve?

A Carboxiterapia é um tratamento estético de combate à celulite, que também resulta no melhoramento da flacidez, especialmente em zonas difíceis. É, da mesma forma, útil em esconder estrias e cicatrizes independentemente da sua localização.

O que é a Carboxiterapia?

A Carboxiterapia é feita através da infusão de gás carbónico (CO2) em diferentes camadas da pele. É um tratamento que regenera os tecidos e melhora a circulação sanguínea.

Este tratamento é feito com técnicas seguras, que foram já bastante testadas e são conhecidas no meio médico. Relativamente ao gás CO2, trata-se de um gás que já existe dentro de nós como produto final do metabolismo, é transportado pelos glóbulos vermelhos para ser eliminado pelos pulmões. Torna-se assim um dos tratamentos mais usados em medicina hoje em dia.

Como é feita?

O tratamento Carboxiterapia, faz-se utilizando um aparelho que é ligado a cilindro de gás carbônico medicinal. Este mesmo aparelho regula o gás diretamente para uma seringa de calibre mínimo. Dependendo de cada caso, a profundidade da aplicação varia.

É também, consoante a área que quer que seja tratada, que a agulha se insere de modo diferente, por exemplo: no tratamento da celulite a agulha insere-se entre a pele e gordura, quando se trata de estrias, o gás é aplicado dentro da cicatriz. Este tratamento tem uma duração média de 30 minutos e não precisa de anestesia, pois é um tratamento indolor. Os seus resultados aparecem por norma passado dois meses e não necessita de nenhum período de baixa.

É, no entanto, sempre precisa uma consulta médica para que seja possível diagnosticar e avaliar a existência da finalidade terapêutica.

Para que serve?

Apesar de ser uma referência no tratamento da celulite, a Carboxiterapia é usada também na melhoria da flacidez, em especial atenção a zonas difíceis. É de igual forma útil em estrias e cicatrizes independentemente da sua localização.

É também possível utilizar a Carboxiterapia no rosto, e aqui destaca-se pela melhoria da zona peri-ocular. É utilizada no tratamento de rugas, olheiras e até mesmo hiper pigmentação.

Na zona íntima feminina, é utilizada para o rejuvenescimento dos genitais externos. Melhora não só a flacidez, mas também proporciona uma aparência mais jovem dos lábios grandes.

Quais os casos para que é indicada?

  • Celulite

O uso da Carboxiterapia é, por norma, usado para o combate à celulite. Este é o único tratamento que atua nos três níveis da celulite: O desenvolvimento da celulite: edema, gordura e fibrose.

  • Estrias

Neste caso, o gás atua ao longo do tecido da cicatriz. O deslocamento da agulha preenche o local da cicatriz com gás carbônico e estimula, assim, a formação de colágeno.

As estrias brancas, sendo estas mais antigas e feitas de fibras elásticas, já estão totalmente rompidas e não é possível a sua regeneração.

  • Olheiras

Neste caso, a Carboxiterapia é capaz de estimular a circulação e a formação de novos vasos sanguíneos que trazem clareza ao rosto, neste caso, às olheiras. No caso da flacidez da pele, o tratamento é capaz de formar colágeno e elastina, que faz com que a sua pele pareça mais jovem.

  • Gordura localizada

Os resultados da Carboxiterapia no tratamento da gordura localizada são mais discretos. Além de melhorar a circulação e queimar gordura local, a Carboxiterapia promove a quebra das células de gordura a partir da estimulação de seus recetores beta adrenérgicos.

  • Perda de cabelo

O tratamento de Carboxiterapia é capaz de favorecer o crescimento de novos fios de cabelo e o aumento do fluxo sanguíneo no couro cabeludo.

Resultados

Os resultados são mais acentuados em graus celulite baixa, contudo em casos avançados o tratamento traz resultados mais discretos.

Os resultados permanecem por tempo indeterminado, que variam, consoante os hábitos de vida da pessoa em questão. Os hábitos saudáveis são mais propensos apresentar uma menor recorrência do problema

Conheça mais sobre os nossos tratamentos no nosso site ou siga-nos nas redes sociais Facebook e Instagram.

Comentar