Tem dúvidas? Deixe-nos o seu contacto

Celulite, como evitar?

Celulite ou adipose edematosa é o nome que se dá à gordura acumulada na superfície menos profunda da pele. Forma, normalmente, relevos nas pernas, barriga e rabo, maioritariamente das mulheres. Está relacionada com a retenção de líquidos e para que consiga reduzi-la deverá beber muita água.

Sendo um problema que afeta normalmente as mulheres, tal deve-se ao facto de a estrutura da pele feminina ser diferente da masculina. Os elementos que ligam a pele aos músculos no caso das mulheres são verticais, enquanto que no caso dos homens são diagonais e cruzados.

 

O que é?

Quando temos celulite, a pele apresenta depósitos de gordura, ficando com um aspeto irregular e granuloso. Outra designação dada é “pele em casca de laranja”.

Sendo mais notório nas nádegas, coxas e barriga, genericamente aparece apenas depois da puberdade. É mais comum em áreas onde se formam depósitos de gordura e resulta de uma distribuição irregular dessa gordura sob a superfície da pele.

Existem três estádios. O teste pode ser feito em casa e preferencialmente com luz vinda de cima para que possa ver todos os relevos da pele.

A primeira fase é quando a celulite é percetível exclusivamente quando a pele é apertada. Há quem considere que este primeiro grau acontece quando, mesmo não havendo sintomas, a celulite é detetada em exames microscópicos.

A segunda fase é quando a pele casca de laranja está oculta se estamos deitadas, mas basta nos levantarmos para que se torne percetível. Especialistas consideram que o segundo nível se dá quando a pele fica mais pálida e com menos elasticidade.

O terceiro estádio é quando a celulite é permanentemente visível, sendo a rugosidade bem perceptível na pele.

Sendo considerada um problema de difícil resolução, torna-se difícil reduzi-la por completo.

Qual a incidência na população?

Sendo bastante mais comum nas mulheres, a celulite também pode afetar os homens. Mas de facto, cerca de 80% das mulheres têm algum grau de celulite. Não se tratando de uma doença grave, normalmente afeta a autoestima das pessoas, devendo, portanto, ser tratada.

O que causa?

A celulite é o resultado do efeito combinado dos cordões de tecido conjuntivo que ligam a pele ao músculo e acumulam gordura sobre a pele. Sendo que a gordura empurra a pele, os cordões de tecido prendem-na às camadas mais profundas e esse conjunto de forças traduz-se numa superfície irregular.

O que causa a celulite é muitas vezes um processo pouco compreendido. Entre elas incluem-se fatores hormonais, fatores genéticos, uma dieta muito rica em gordura, hidratos de carbono e sal, bem como uma dieta pobre em fibras. Do mesmo modo, o estilo de vida contribui para o desenvolvimento da celulite: ser fumador, sedentário, permanecer em pé ou sentado durante muitas horas. Roupa muito apertada também dificulta o fluxo sanguíneo. O stress, o uso da pílula, bem como a idade são outros dos fatores de risco para a formação de celulite.

 

Como e onde se manifesta?

Conseguimos compreender que existe celulite através da presença de uma pele com aspeto irregular, em casca de laranja. Nos casos mais ligeiros, é apenas detetada quando a pele é comprimida. Nas situações em que é mais notória a sua existência, a pele forma irregularidades bastante acentuadas.

 

Como ter a certeza?

Pode ter a certeza de que tem celulite através da observação da pele.

 

O que fazer para prevenir?

Para prevenir a celulite, a prática regular de exercício e a manutenção de um peso adequado. A redução do stress também é um aspeto importante.

Deverá também fazer uma dieta saudável, baixa em gordura, rica em fruta, vegetais e fibras. Evite também usar roupa pouco confortável ou muito justa.

Como tratar a celulite?

Existem bastantes tratamentos que se baseiam em princípios mecânicos ou físicos. Exemplos destes tratamentos são as massagens, ou a drenagem linfática. O tratamento pelo calor, o uso de ultra-som, a radio-frequência, bem como a terapêutica magnética ou ondas de rádio, são igualmente soluções. Também existe a endermologia ou a estimulação elétrica.

Outras coisas que podem ser feitas para o tratamento da celulite têm que ver com algumas substâncias que supostamente ajudam a remover a gordura acumulada sobre a pele. Tais substâncias são por exemplo a cafeína, os aminoácidos, a ginkgo biloba, etc.

Esses agentes podem ser aplicados localmente ou administrados por via oral. Contudo, na realidade, nenhum demonstrou cabalmente a sua eficácia no combate à celulite. A técnica natural mais eficiente é a perda de peso ou a manutenção de uma dieta saudável.

Se aquilo que pode fazer naturalmente não chega, recorra aos serviços  e tratamentos do nosso espaço para que consiga acabar com a celulite.

Comentar