Tem dúvidas? Deixe-nos o seu contacto

Como cuidar da pele em cada fase da vida

Quando falamos de rotinas de beleza, há gostos para tudo. Há quem faça a sua velha rotina de água da torneira e hidratante desde os tempos da escola secundária e quem já entre em pânico quando ainda nem a primeira ruga nasceu. Mas, tal como aos 20 anos não faz sentido usar um creme para os 40 com a ideia de que vai ter um super-efeito, usar produtos errados em idades avançadas pode acelerar ainda mais o envelhecimento.

Isto significa que, à medida que os anos passam, as características da pele mudam — se aos 15 anos sofremos com a oleosidade, aos 50 a nossa pele torna-se extremamente seca. A única coisa que, afinal, podemos fazer é tentar que a nossa pele esteja no seu melhor em cada fase da vida. Como? Com os cuidados essenciais para cada idade.

Este artigo vai ajudá-la a perceber quais são os produtos certos para todas as faixas etárias (e tipos de pele) de que você precisa para manter uma pele bonita, independentemente da sua idade.

Para quem tem 20 anos – proteger, proteger, proteger.

A maior parte dos danos causados ​​pelo sol que se tornam visíveis aos 40, 50 e 60 anos são consequência do que fazemos enquanto temos 20 anos. Nesta altura, muitos dos problemas que a pele tem vêm de causas específicas (acne e oleosidade, por exemplo) ou por falta de cuidado com a sua pele (e saúde no geral): tabaco, beber demasiado, muito sol e má alimentação. E, embora nesta idade a pele seja firme, toda esta adolescência vivida ao máximo deixa consequências – a partir dos 25 anos, linhas finas podem surgir precocemente. Daí que proteger e preservar sejam palavras de ordem para evitar danos futuros.

É por isso que o protetor solar é o seu produto de cuidado com a pele mais importante: além de proteger dos efeitos imediatos dos danos causados ​​pelo sol, também ajuda a prevenir danos que só são visíveis mais tarde. Todos os cuidados nesta idade têm de envolver sempre filtros UVB/UVA porque é nesta idade que as alterações causadas pelo sol vão deixar marcas — para mais tarde recordar.

O que procurar

Cremes com ingredientes antioxidantes, vitamina C e com filtros de protecção solar. Se tiver marcas de acne ou inflamações, os cremes devem ainda ter ácido salicílico ou peróxido de benzoíla.

Como tratar

Lavar de manhã para remover os excessos de oleosidade natural da pele, colocar protector solar e hidratar. A maquilhagem deve ser oil-free e leve para não pesar a pele e promover ainda mais oleosidade. À noite, limpar bem e aplicar tratamentos hidratantes, anti-oleosidade ou anti-acne (de acordo com a necessidade específica de cada pele).

Para quem tem 30 anos – hidratação

Há algo particular sobre fazer 30 anos que lhe confere um sentimento solene, especialmente quando se trata de sua pele. Mas não é só a paranóia que nos faz procurar o creme para as rugas. Geralmente, quando entramos na terceira década da nossa vida, dizemos olá às primeiras rugas. E não só: às manchas, à flacidez, aos pés-de-galinha e às linhas de expressão nas zonas que mais movimentamos. Nesta fase, a pele já não se regenera com a mesma facilidade que aos 20 anos e tudo o que de mau fez na sua adolescência vai começar a reflectir-se.

Por norma, a sua pele tende a ficar mais seca quando chega aos 30 anos, o que para quem luta contra a pele com tendência a acne na adolescência e na faixa dos 20 anos é um alívio bem-vindo. Mas é importante notar que a redução de óleos naturais pode fazer com que sua pele perca o seu brilho juvenil; portanto, a hidratação é agora mais importante do que nunca. Está na hora de começar a introduzir produtos para a pele que trabalhem um pouco mais e que contenham ingredientes como o ácido hialurónico para manter aquele brilho natural.

Não tem de ser a única a beber água nos jantares de grupo ao sábado à noite mas tem de apostar, cada vez mais, numa alimentação carregada de antioxidantes e cremes anti-idade que estimulem o processo de regeneração celular e contenham colagénio (que a pele está a perder).

O que procurar

Hidratantes ricos em antioxidantes, fórmulas clareadoras (para as manchas), cremes com vitaminas C e E (que estimulam a produção de colagénio) e tem de adicionar um novo ingrediente à sua rotina: o retinol, que aumenta a capacidade de renovação da pele e, quando tiver 50 anos, vai agradecer tê-lo feito nesta idade.

Como tratar

Lavar de manhã, usar protetor solar e hidratar. Os produtos de limpeza devem fazer um pouco mais do que os que usava aos 20 anos e as melhores fórmulas são aquelas que, ao mesmo tempo que retiram a maquilhagem, apaziguam e tratam. À noite, lavar e aplicar tratamentos anti-idade ou clareadores (mediante a necessidade da pele). Nesta idade, o creme de olhos começa a ser obrigatório de manhã (com protecção solar) e à noite (com hidratação) para diminuir as linhas e aumentar a flexibilidade da pele. Semanalmente deve ser feita uma esfoliação e, nesta fase, as máscaras são bem-vindas porque dão um boost de vitalidade.

A partir dos 40 anos – comece a reverter os danos

Até agora, o seu regime de tratamento da pele era sobre prevenção e manutenção, mas agora começa a ser uma luta contra o tempo. Isso significa encontrar ingredientes que iniciem ativamente a produção de colagénio e elastina da pele – as proteínas que dão firmeza e elasticidade à pele. À medida que envelhecemos, a nossa pele começa a ficar cada vez mais seca graças à queda na produção de hormonas. E não é só isto: a fragilidade, a flacidez e as manchas aumentam e as pequenas linhas, que aos 30 se foram atenuando com os cuidados certos, não desaparecem agora com tanta facilidade. Ao ficar mais fina, a pele retém cada vez menos líquidos e isso leva à perda de hidratação e à acumulação de líquidos (as odiosas bolsas debaixo dos olhos). Beber água torna-se agora não importante, mas sim obrigatório.

O que procurar

Em geral, tratamentos que adicionem a hidratação que a pele está a perder e ingredientes que criem colagénio, como os peptídeos, e que melhorem a textura da pele, como o retinol: são dois grupos de ingredientes que, se ainda não usa, deve acrescentar à sua rotina de tratamento.

Como tratar

Lavar de manhã, usar protetor solar ou creme anti-idade com filtros de protecção solar. À noite, limpar bem e aplicar os tratamentos anti-idade, anti-manchas ou preenchedores e de firmeza (mediante as necessidades principais da pele). Os séruns, embora façam sentido em todas as idades, surgem agora como aliados durante a noite. O contorno dos olhos e da boca precisa também de atenção com produtos anti-idade próprios para estas zonas. A esfoliação continua a ser importante e, porque vale sempre a pena bater nesta tecla, os filtros solares nesta idade já têm de ser bastante elevados (nunca menos de 50). 

Todos os tratamentos na Clínica DermAge são pensados para cada paciente, que recebe um acompanhamento personalizado e um tratamento específico e adequando às suas necessidades. 

Venha conhecer-nos e deixe-nos ajudá-la a sentir-se mais confiante com a sua imagem, mais saudável e mais feliz.

Comentar