Tem dúvidas? Deixe-nos o seu contacto

incontinencia urinaria

INCONTINÊNCIA URINÁRIA? LASER ÍNTIMO!

A incontinência urinária é uma situação patológica que resulta na incapacidade não só de armazenar como de controlar a saída de urina. Apesar de ser uma situação mais comum com o avançar da idade, esta não é uma consequência inevitável da mesma.

Quais as causas da incontinência urinária?

São várias as causas que podem levar à incontinência, tais como hábitos do quotidiano, assim como radioterapia, cirurgias pélvicas, parto vaginal, tosse crónica, obesidade, obstipação ou menopausa, podem também existir causas genéticas e neurológicas causadas por diabetes, esclerose múltipla, Parkinson, AVC, tumores cerebrais e lesões na coluna.

Quando o problema é temporário a sua origem pode estar na ingestão de bebidas como o álcool e cafeína, ou o consumo excessivo de líquidos. Também as infeções urinárias ou toma de determinados medicamentos podem estar na causa desta condição.

Que tipos de incontinência existem?

Existem vários tipos de incontinência urinária, assim sendo é importante marcar uma consulta com um especialista.

  • Incontinência por esforço, esta acontece pois os músculos do pavimento pélvico e o colágeno dos tecidos estão enfraquecidos causando pressão sobre a bexiga.
  • Incontinência por urgência ou imperiosidade, quando a bexiga tem contrações súbitas que dão vontade imediata de urinar.
  • Incontinência mista, esta condição é assim uma combinação da incontinência de esforço com a de urgência.
  • Incontinência por extravasamento. Neste caso, a bexiga suporta grandes volumes de urina, o que faz com que ultrapasse a sua resistência.
  • Incontinência funcional. Deve-se a doenças neurológicas.
  • Enurese noturna. Perdas que ocorrem durante o sono, em crianças e em adultos.

Qual a solução para a incontinência?

Na maioria dos casos a incontinência pode ser tratada, através de um tratamento sem dor, sem internamento e sem corte. Em quatro sessões de laser vaginal, com cerca de 20 minutos de duração e melhorias progressivas.

Existem dois tipos de laser no mercado, que ao serem introduzidos na vagina como uma sonda vaginal. Esta sonda vai não só estimular a formação progressiva de novas fibras de colagéneo como de elastina.

O laser vaginal não só melhora a sustentabilidade dos tecidos da vagina e do pavimento pélvico.

O alívio dos sintomas faz-se sentir ao fim de um mês e meio, e o único cuidado é não ter relações sexuais durante três dias.

Assim sendo, se sofre de problemas de incontinência urinária, e se procura melhorar tanto o conforto e qualidade de vida sexual, quanto a estética corporal das zonas íntimas entre em contato com a Clínica DermAge.

Aproveite e fique a conhecer melhor o trabalho da Drª Alexandra Osório especialista em Dermatologia Estética.

Comentar