Tem dúvidas? Deixe-nos o seu contacto

MÁSCARAS E ÁLCOOL GEL QUAIS OS SEUS EFEITOS COLATERAIS?

Máscaras e álcool gel uma nova realidade.

A nossa realidade alterou-se drasticamente, as nossas rotinas tiveram que ser alteradas para manter não só a nossa segurança como a segurança de quem nos rodeia. Com isto, o uso de máscaras e álcool gel tornou-se uma presença habitual no nosso dia-a-dia. Apesar de ser uma situação necessária não podemos ignorar os efeitos colaterais associados ao seu uso.

Afinal quais os danos causados?

A utilização constante das máscaras, durante longos períodos de tempo, cria as condições ideais para o aparecimento de doenças de pele, sendo que as máscaras ficam impregnadas com células mortas. A combinação da humidade provocada pela transpiração e respiração cria as condições ideais para o ressecamento da pele.

Assim como as máscaras, também o álcool gel resulta na secura e formação de fissuras nas mãos devido às propriedades do álcool.

Recomendações para um bom uso.

Antes de mais é fundamental escolher uma máscara que se adapte ao tamanho da cara, de modo a evitar que a mesma se mova. De forma a diminuir o risco de contágio, evite tocar na máscara  ajustando-a corretamente ao seu rosto.

Dar preferência às máscaras de algodão, pois o seu tecido é mais respirável evitando o agravamento de situações de oleosidade e de acne.

Em situações de uso prolongado, é recomendado fazer uma pausa de 15 minutos de 4 em 4 horas. Quem use máscaras reutilizáveis deve lavá-las sempre que estiverem sujas e de acordo com as indicações de cada fabricante, dando preferência ao uso de detergente hipoalergénico.

Se o problema continuar?

Assim sendo, se mesmo seguindo todas estas recomendações desenvolver problemas mais graves como dermatite seborreica ou de rosácea, deve procurar ajuda profissional. A Dr.ª Alexandra Osório estará sempre ao seu dispor, veja aqui a sua entrevista sobre este tema. A Clínica DermAge, tem ao seu dispor consultas de dermatologia, informe-se já.

Comentar