Tem dúvidas? Deixe-nos o seu contacto

Rugas, Papos e Olheiras

 

Hoje recordamos o artigo que a Dra. Alexandra Osório escreveu sobre olheiras, papos e rugas.

“O olhar é o espelho da alma e da saúde. No olhar podemos ver as tristezas e as amarguras, o cansaço e as preocupações. É com o olhar que exprimimos sentimentos de admiração, de espanto, de alegria, de indignação, de indiferença e de cumplicidade. É olhos nos olhos que dizemos que amamos alguém.

Mas, infelizmente, com o passar do tempo, o olhar envelhece. Surge um olhar cansado, desgastado, até mesmo zangado, que não representa o âmago da própria pessoa.

Os primeiros sinais do envelhecimento do rosto costumam aparecer numa região bem específica: o contorno dos olhos. A pele e os músculos à volta dos olhos começam a perder o vigor e surgem as primeiras rugas, as olheiras e os papos.

Os problemas que afetam a área do contorno dos olhos constituem, assim, uma preocupação universal, figurando entre as afeções da pele mais comuns em todo o mundo, independentemente da idade e da etnia. São muitos os fatores que podem contribuir para estes problemas, incluindo cansaço, stress, idade, desidratação, má circulação, inflamação e fatores hereditários. Além disso, o facto de a pele que rodeia os olhos ser mais fina também pode fazer com que estes problemas se tornem mais evidentes.

 

As rugas à volta dos olhos, também chamadas “pés de galinha”, são causadas pelos movimentos repetidos das pálpebras e por agentes ambientais, como o frio ou o sol. Estas constituem o primeiro sinal de envelhecimento da pele, resultante de uma profunda diminuição da produção de fibras de colagénio, de elastina e pelos desequilíbrios hormonais.

Mas não pense que os cuidados a ter devem ser iniciados aos 35 ou 40, pois estes problemas são problemas que afetam muitas jovens e podem começar tão cedo como aos 20. A elevada exposição solar, o tabaco, o álcool e a falta de hidratação podem antecipar as rugas e manchas no contorno dos olhos. Portanto, “mais vale prevenir do que remediar” e começar cedo a cuidar desta área delicada. Aliás, é consenso entre os dermatologistas que, quanto mais cedo iniciar uma rotina de cuidados, mais preservada estará a região ao redor dos olhos aos 40 anos.

A boa notícia é que a pele como é finíssima (apenas 0,5 mm de espessura), favorece o tratamento, já que permite uma melhor penetração dos ativos. O primeiro passo é aderir aos cremes específicos para a área. Estes contêm os ingredientes na concentração e na textura ideais para tratar, sem irritar.”

 

Se ainda lhe restaram dúvidas em relação a este tema, marque uma consulta na Clínica DermAge, teremos todo em esclarecer as suas dúvidas.

Comentar