Tem dúvidas? Deixe-nos o seu contacto

Sobrancelhas Implacáveis

Na estética feminina as sobrancelhas são consideradas como a moldura do rosto. Sobretudo, são as principais responsáveis na definição de muitas das expressões faciais.

 

Microblanding – A solução para as sobrancelhas implacáveis.

A fim de, se tornarem cada vez ou ainda mais perfeitas,as mulheres procuram diversos tipos de tratamentos. Principalmente, soluções que de alguma forma facilitem o seu dia-a-dia, assim como, soluções mais definitivas.

 

Afinal, o que é o Microblanding?

O microblanding consiste no desenho das sobrancelhas fio-a-fio, , a fim de se obter um resultado final bastante natural. É um procedimento muito delicado, realizado com micro-agulhas descartáveis. Dessa forma, pode dizer-se que se assemelha a algo como uma tatuagem.

 

Quanto tempo demora a sua realização?

Primeiramente, é feito o desenho da sobrancelha para que a cliente aprove. Logo depois, dá-se início ao tratamento. Por norma, o mesmo demora cerca de 1h30, no entanto, depende sempre do tipo de pele e da fixação do pigmento.

 

Qual a duração do Microblading? É definitivo? É doloroso?

O Microblading não é definitivo, porém, pode durar entre 6 meses a 1 ano, sem ser necessário qualquer tipo de retoque.

Obviamente que a sensibilidade depende de pessoa para pessoa, afinal, tal como indicamos é feito com microagulhas. Porém, é completamente suportável e não tem efeitos dolorosos após a sua realização.

 

Quais os cuidados a ter após a realização do Microblading?

Após o Microblading, a pele passa por um processo de cicatrização. A fim de obter os resultados perfeitos deve ter em conta os seguintes pontos:

 

  • Evitar estar exposto ao sol durante a primeira semana,
  • Hidratar a pele com creme regenerante,
  • Evitar coçar ou retirar crostas,
  • Marcar uma nova sessão, ao final de 30 dias, apenas para retoques finais e para ficar com as sobrancelhas perfeitas.

 

Para saber mais sobre este procedimento entre em contacto com a Clínica Dermage, e fique a conhecer o excecional trabalho da Dr.ª Alexandra Osório.

Comentar